Teatro Municipal é palco de ousado projeto da Kiara Sasso e Lázaro Menezes

Quem teve a ideia de aprisionar a pobre bailarina em uma caixinha de música? Quando surgiu esse objeto que permite que a bailarina seja livre apenas quando é obrigada a dançar? O multi-artista, que dança, canta, dirige e interpreta o palhaço no musical, Lázaro Menezes, pensou nessas questões quando teve a ideia do espetáculo ‘O Palhaço e a Bailarina’.
“Lázaro Menezes já estava com o projeto da peça há anos. Ele havia dividido essa vontade com amigos e colegas, mas nunca algo foi desenvolvido. Quando ele me apresentou, logo comecei a contribuir com ideias e vimos que, juntos, poderíamos fazer algo bonito. Confesso que, no início de tudo, queríamos fazer uma coisa muito menor e certamente menos audaciosa do que ficou. O espetáculo tomou vida própria”, informa a rainha dos musicais, Kiara Sasso, que interpreta a graciosa bailarina Anabel.
O cenário é composto por uma ‘caixinha’ de música de 4,5 metros de altura e 3,5 metros de profundidade, toda automatizada, 100% brasileira, algo raríssimo nas superproduções nacionais. Toda vez que a caixinha gira, abre e fecha cria outras ambientações da história, sendo um dos destaques da montagem. É nesse objeto que Anabel fica presa. Os únicos momentos de liberdade da bailarina são quando o vilão Tombo (Marcelo Goés) a obriga se apresentar para pequenos públicos.
Além da cenografia, o figurino colorido mostra o cuidado nos detalhes do espetáculo. Lázaro Menezes também teve atenção na concepção do texto. O intuito da peça é mostrar para as crianças e adultos, a importância de se preservar a liberdade em todos estados. “Quero mostrar como as pessoas podem evitar o comodismo. Aliás, essa é a filosofia do palhaço: quando ele bate a cabeça em uma porta, é um ato engraçado, mas ele está mostrando que, enquanto a indicação é seguir para um lado, ele prefere ir para o outro”, informa Menezes.
Kiara Sasso compôs cada canção do musical que é marcada por um lirismo e uma ponta de melancolia. A melodia tem a assinatura do casal de atores e de Adrian Steinway. Os músicos Rodolfo Schwenger (Assistente de direção musical / Teclado), Bruno Soares (Trompete), Jef de Lima (Violão / Baixo), Karina Petry (Violino), Leandro Lui (Bateria / Percussão) e Zafe Costa (Flauta / Clarinete / Sax Alto) compõem a banda que toca durante a peça e se torna parte do espetáculo, com figurino próprio e muitas cenas com ação ativa.
Confira cena musical do espetáculo:
Serviço:
Musical Infantil ‘O Palhaço e a Bailarina’ 
Dias: 01 e 02/09 às 10h e 15h para escolas. Contato: cgc2006@hotmail.com
Dias: 03/09 às 14h e 04/09 às 16h para o público geral.
Onde: Teatro Municipal de Uberlândia – Av. Rondon Pacheco, 7070, Uberlândia, MG
Ingressos: www.megabilheteria.com e Antônio Carrijo Hair Stylist, no Griff Shopping
Valores: R$60,00 (inteira) e R$30,00 (meia-entrada)

Categorias: Leia Também

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.