Em todo o mundo, 1,9 bilhão de pessoas estão acima do peso.

o dia 11 de Outubro comemoramos o Dia Mundial de Prevenção à Obesidade, entretanto, dados nos revelam que de acordo com pesquisas realizadas pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem mais da metade de sua população com excesso de peso, o que representa 54% dos brasileiros.

Quando os dados são analisados, tendo como base crianças e adolescentes, podemos perceber que, a maioria dos casos de obesidade ocorrem pela má alimentação. Confira alguns dados no gráfico a seguir:

causad-da-obesidadeSegundo a gastroenterologista do Hospital Santa Clara, Dra.  Daniela Falqueto Alvim, os cuidados básicos como a alimentação saudável e exercícios devem sim estar presentes na vida da população, porém existem outras medidas que ajudam tanto quanto estas. “Parece redundante falar de alimentação e exercício na prevenção da obesidade, mas existem medidas simples que podem ajudar muito, a começar pelo aleitamento materno exclusivo e prolongado, que hoje sabemos, previne substancialmente a obesidade na fase adulta”, explica.

Além disso, Daniela também relembra um conceito que muitos se esquecem ao falar de obesidade: o não sedentarismo. “O não sedentarismo significa ser mais ativo. Não sendo possível se exercitar de forma regular a pessoa pode simplesmente ‘sair da zona de conforto’ andando mais, subindo escadas, fazendo tarefas domésticas e aproveitando todas as situações para se movimentar”.

Confira algumas dicas da  médica sobre a alimentação e como cuidar dela:

  • Evitar o consumo de sal, açúcar, gorduras, industrializados, farinhas refinadas e álcool (em excesso);
  • Aumentar e abusar do consumo de alimentos como vegetais (frutas, verduras, leguminosas e grãos integrais) e lácteos. Segundo a médica, eles são bons para construir hábitos para uma boa saúde.

Categorias: Leia Também

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.