Início do ano é marcado pelo aumento na procura de atividade física

A prática de exercícios físicos está entre as promessas feitas no fim do ano e parece que muitas pessoas já estão cumprindo. Em Uberlândia é possível ver lotação máxima em academias, parques, praças e áreas de lazer a céu aberto. A busca pela qualidade de vida esteve muito presente em 2014 e este ano deve continuar.

O perfil das pessoas que procuram uma atividade física nesse período são àquelas que desejam recuperar a forma o mais rápido possível, devido ao consumo de alimentos e bebidas em excesso durante as datas festivas, bem como os novatos que estão em busca de hábitos saudáveis.

Seja pela falta de conhecimento durante a realização do exercício ou pelo exagero na intensidade, a fim de recuperar o “tempo perdido”, as lesões podem aparecer. Renato Pupin, fisioterapeuta da clínica ITC Vertebral, revela que “as principais queixas no consultório são os traumas causados por excesso de atividade física (overtraining)”. Renato alerta sobre os tipos de traumas. São eles:

  • As lesões agudas são provenientes de eventos traumáticos recentes, tais como torções, luxações e fraturas e apresentam sintomas como dor, calor, rubor, edema e perda da função;
  • Já as lesões crônicas são resultado de excessos repetitivos ou incômodos de longa data, como por exemplo: tendinite, bursite e artrite e a característica mais marcante é a dor, que pode ser percebida ao longo de um período, sem que haja alívio. Logo, restringindo a realização de atividades. Também poderão ocorrer episódios de agudização, que desencadeiam uma inflamação, com dor intensa.

No mercado existem várias modalidades, o crossfit, musculação e a corrida são os queridinhos. O preparador físico da Santé Espaço Fitness, Erivan Júnior, ressalta que é importante o praticante escolher uma atividade que lhe dá mais prazer e respeitar os limites do corpo.  “É possível evitar os traumas através da orientação de um profissional. Por isso é fundamental buscar esse acompanhamento, principalmente àqueles que nunca fizeram nenhum exercício”, completa.

Vale lembrar que a realização de exames médicos, que avaliem a condição física, antes de aderir à prática de atividades ou para àqueles que já exercitam, é imprescindível. Os resultados são fundamentais para o profissional que vai montar o planejamento do treino.

Categorias: Leia Também

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.