Obras paralisadas por falta de energia elétrica fazem parte de uma realidade mais comum do que imaginamos. Recentemente, a paralisação da obra de construção do Aquário do Pantanal em Campo Grande (MS) foi notícia em importantes veículos de comunicação. O gerente de planejamento Antônio Carlos Tibúrcio faz uma análise da importância do uso de geradores de

Obras paralisadas por falta de energia elétrica fazem parte de uma realidade mais comum do que imaginamos. Recentemente, a paralisação da obra de construção do Aquário do Pantanal em Campo Grande (MS) foi notícia em importantes veículos de comunicação. O gerente de planejamento Antônio Carlos Tibúrcio faz uma análise da importância do uso de geradores de energia para a construção civil na atualidade.

Concretagem 33“A indústria da construção civil é um tipo de indústria diferente, pois nas comuns a matéria-prima entra e o produto final sai. Já na construção civil, o produto final fica e quem sai é a indústria”, compara. Ele explica que por várias vezes a indústria da construção chega em um terreno vazio, sem abastecimento de água ou energia. Tibúrcio alega que em algumas obras a energia elétrica é fornecida após meses de trabalho, com as obras já bem avançadas.

“Como grande parte dos processos de construção é feito de forma automatizada e informatizada, o fornecimento de energia é fundamental. A solução, então, é o uso de geradores, para produção e gestão. Usamos geradores para concretagens (foto), cortes de cerâmicas, bombas d’água, serras, termofusores, furadeiras. Nas áreas comuns, para aquecedores de marmita, bebedouros, iluminação, além de alimentar toda área de engenharia e canteiro”, disse.

LOCAÇÃO

Para Carlos Ribeiro, diretor de empresa do segmento de geradores, sem dúvida, a locação do equipamento é muito mais vantajosa. “Um dos benefícios de se trabalhar na construção civil com geradores locados é a praticidade. Além de oferecemos equipamentos novos e econômicos, garantimos toda a manutenção dos geradores, o que é uma tranqüilidade para quem administra uma obra”, pontua.

Ambos os empresários, Carlos como fornecedor e Tibúrcio como cliente, concordam que, mesmo quando a energia elétrica é fornecida, a solução dos geradores é fundamental, pois ganha-se em tempo e custo por não se ter a necessidade de fazer redes internas para distribuição de energia.

Segundo Tibúrcio, outra vantagem do gerador é poder controlar o tempo de uso, pois ele só é ligado para atender a serviços específicos. “Não é como uma tomada que fica o tempo todo à disposição para que sejam feitas ligações indevidas ou inseguras”. Já o diretor Carlos enfatiza a importância da manutenção dos geradores de energia de acordo com as normas e regulamentos para a atividade, que primam pelo respeito ao meio ambiente. “A calibragem correta dos equipamentos garante não só a alta performance no atendimento aos clientes como também respeita padrões de sustentabilidade ambiental e econômica. Os equipamentos devem ser calibrados, os combustíveis utilizados Têm que ter procedência e passar por auditoria. Assim, garante-se a performance necessária sem, inclusive, provocar danos a outros equipamentos que dependem da geração de energia”.

Ciclo Comunicação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Contato apenas para orçamentos.
Contato apenas para orçamentos.