Em noite especial, ‘Mulheres Que Fazem História’ são homenageadas pelo Aciub Mulher

Mulheres empresárias e empreendedoras que fazem parte da história de Uberlândia e se destacam em seus setores de atuação, foram homenageadas na noite da última segunda-feira (7), com o Prêmio Mulheres que Fazem História, 4ª edição. O Prêmio é uma realização do Aciub Mulher, conselho ligado à Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub). A solenidade de entrega aconteceu na Casa Garcia e foi marcada também pela comemoração de 10 anos do Conselho, com uma homenagem especial do cantor Leo Chaves às mulheres.

A escolha das homenageadas com o Prêmio é resultado de uma pesquisa entre as integrantes do Aciub Mulher, que indicaram nomes que tenham atuação em empresas privadas de qualquer porte, fundações, institutos ou que sejam representantes do setor público e da comunidade em geral. Este processo de indicação levou em consideração alguns critérios, como a postura profissional; lições aprendidas; superação de desafios; superação de discriminação à mulher; ideias inovadoras com visão de futuro; atuações democráticas, inspiradoras e estimuladoras; bom uso dos recursos de que dispõem para desenvolver as atividades; resultados obtidos; adaptação às novas tendências do ambiente que a cerca; estabelecimento de parcerias para o desenvolvimento das atividades; contribuição para a redução das desigualdades sociais; respeito à individualidade na atuação coletiva; apoio às ações de responsabilidade social e responsabilidade ambiental e a contribuição para o desenvolvimento de outras mulheres.

A presidente do Aciub Mulher, Isabel Rosita Leite Fialho, ressalta a importância do trabalho desenvolvido pelas homenageadas. “Ficamos muito honradas de poder reconhecer o grande trabalho prestado por estas mulheres. Cada uma lidera importantes iniciativas em prol da sociedade e do empresariado. São bons exemplos como estes que podem inspirar outras mulheres a empreender, buscar o novo e fortalecer cada vez mais nossa cidade”, destacou Isabel Rosita Leite Fialho.

Premiada na categoria Associativismo a artesã, Jandira Maria de Oliveira, há mais de 20 anos está envolvida em projetos ligados ao artesanato em Uberlândia. “Fiquei muito feliz de ser convidada, este Prêmio faz a diferença. Vou levar para a loja do Núcleo de Artesanato para mostrar a todas as mulheres que nós somos capazes, nós temos ação e fazemos acontecer”, ressaltou Jandira Maria de Oliveira.

Categorias: Leia Também

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.