Em 30 anos a expectativa de vida aumentou 12,4 anos no Brasil

Para a geriatria ser saudável na terceira idade significa controlar possíveis doenças e se manter funcional para as atividades diárias. Esse perfil tem garantido mais longevidade e um envelhecimento com qualidade de vida. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), nos países em desenvolvimento idoso é àquele com mais de 65 anos e nos desenvolvidos, 60 anos.

O conceito de melhor idade pode ser aplicado, atualmente, com satisfação. Mesmo que as funções do organismo estejam limitadas e não seja possível fazer tudo que se fazia quando jovem, os vovôs e vovós têm escolhido viver bem. Os hábitos refletem no bem estar e isso mudou com o passar dos anos. Em dezembro de 2014, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o resultado de uma pesquisa, mostrando que a expectativa de vida em 1980 era de 62,5 anos e passou para 74,9 em 2013, ou seja, um crescimento de 12,4 anos.

Expectativa de Vida - Quadro

O aumento da expectativa de vida e da proporção de idosos recebe o termo de “transição demográfica”. O geriatra Fernando Mattar explica que este fenômeno é multifatorial: aumento das técnicas e acesso aos serviços de saúde, mudança do perfil da população que se preocupa mais com a saúde e adota hábitos mais saudáveis, maior preparo das condições (financeiras, sociais, culturais..) para envelhecimento ao longo da vida, entre outros.

É raro chegar à terceira idade sem alguma complicação na saúde. As doenças mais prevalentes são as crônico-degenerativas, como por exemplo hipertensão, diabetes e Alzheimer. “Não se é possível curar na grande maioria das vezes, mas sim mantê-las controladas”, afirma Fernando.

ALIMENTAÇÃO

Para um envelhecimento ativo a nutricionista Raquel Nery tem algumas dicas:

  • Faça pelo menos três refeições ao longo do dia (café da manhã, almoço e jantar) e pequenos lanches nos intervalos;
  • Inclua nas refeições alimentos do grupo dos cereais, dando preferência aos produtos integrais e aos alimentos na sua forma mais natural;
  • Coma diariamente legumes e verduras como parte das refeições e frutas nas sobremesas e lanches;
  • Consuma leite e derivados. Evitando queijos gordurosos e manteiga;
  • Na escolha das carnes dê preferência aos peixes, aves sem pele e carnes magras;
  • Prefira óleos vegetais e use com moderação;
  • Evite refrigerantes e sucos artificiais, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e outras guloseimas;
  • Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa;
  • Beba pelo menos 2 litros de água por dia, em pequenas quantidades, várias vezes ao dia.
  • Evite bebidas alcoólicas e cigarro.

 

Kompleta Comunicação

 

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.