Dia Nacional da Cachaça é comemorado no próximo domingo     

Aguardente, pinga, saideira, santa branca, caninha, venenosa, pé-de-briga, óleo de cana, cachaça. A bebida que tem mais de 400 nomes em todo o país é exportada para mais de 60 países, de 40.000 produtores no Brasil ganhou uma data especial, 13 de setembro, Dia Nacional da Cachaça.

A data tem justificativa histórica, em 13 de setembro de 1661, uma revolta popular contra a colônia portuguesa levou à legalização da cachaça, que era proibida até o momento resultando em uma revolução denominada “Revolta da Cachaça”.

Toda a cachaça produzida no Brasil representa aproximadamente 6,29 litros por brasileiro em um ano. A caninha que é produzida somente no Brasil é o terceiro destilado mais consumido no mundo. Feita de cana-de-açúcar, só é caracterizada cachaça se o teor alcoólico for de 38% a 48%.

A Cachaçaria do Dedé & Empório conta com mais de 200 rótulos de cachaça, dentre eles, três levam o nome da casa. A cachaça Ouro é 50% envelhecida e 50% nova Blend; A Premium é envelhecida de 1 a 3 anos, sem Blend e a Extra Premium é de 3 anos ou mais, sem Blend. O Blend é quando há uma mistura entre os dois tipos (envelhecida e armazenada), a porcentagem desta mistura é definida pelo fabricante da cachaça e não tem tempo determinado de armazenagem em barris.

Curiosidades sobre a bebida

– Os escravos eram acostumados a tomar uma dose de cachaça pra aguentar o dia puxado, cheio de trabalho árduo;

– Acredita-se que a palavra cachaça tenha vindo do espanhol cachaza, nome dado ao vinho de borra;

– A cachaça é conhecida como ‘rum brasileiro’, pois as duas bebidas provem da cana de açúcar;

– Os maiores importadores da nossa aguardente são os alemães, eles importam cerca de 1/3 da produção total.

Categorias: Leia Também

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.