Copos e taças – saiba a diferença entre eles

Do café ao refresco. Dos drinks super elaborados às cervejas artesanais. Da água ao licor. São vários os tipos de bebida, da mesma forma que o mercado oferece vastas linhas de copos e taças, para todos os bolsos e gostos. Embora as peças mais trabalhadas sejam mais caras, ou em cristais, copos e taças têm formatos diferentes por motivos diversos. Entenda quais são por meio das curiosidades e sugestões de links a seguir.

Definições

Copo: pequeno vaso para beber, sem asa e de forma cilíndrica, ou alargando para as bordas.
Taça: vaso para beber, pouco fundo, de boca um tanto larga e provido de pé (haste).

Formatos

Copos e taças têm formatos distintos para comportar uma bebida em particular. Dicas valiosas nesta fotorreportagem, em que se explica o porque dos formatos e para que servem.

Copos Capa - Foto Reprodução da Uol Mulher sobre Copos

Tipos

Canecas, copos, taças, cálices… Existem características que denominam cada um deles. De um país para outro o nome pode mudar, mas os principais drinks têm nomes mundialmente conhecidos e seus respectivos copos. Dê uma olhada no Drinquepedia e faça uma incursão nos mais variados copos. Parfait, Flute e Pomy são tipos de taças, sabia? Neste link também têm mais taças.

Vinhos

Na taça ou no copo? Vinho se bebe em taças e não por acaso. Este post fala sobre as taças e os tipos de vinho. Uma boa leitura para quem pretende aproveitar o friozinho para degustar um bom vinho. Sugestão: acrescente um fondue ao menu.

Taça de vinho. Foto divulgação

Para cariocas

Este infográfico traz os tipos de bebidas e copos mais consumidos no Rio de Janeiro.

Taças Cariocas

(Clique para ampliar)

Copos descartáveis

Os Dixie Cups foram um sucesso desde sua criação, em 1908, nos Estados Unidos. Eles são tidos como os antecessores dos copos de plástico. Aqui tem a história completa.

Livro

Em uma linguagem ágil e acessível, Tom Standage narra o desenvolvimento da humanidade a partir das bebidas. No fim, ele dá dicas sobre como é possível, hoje em dia, experimentar o sabor original das bebidas antigas. O assunto é copo com boas doses de cultura. Dica de leitura: História do Mundo em Seis Copos. Editado por Jorge Zahar, 2005. (R$ 49.90)

História do Mundo em 6 Copos

 

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.