Você é um DIGITAL INFLUENCER? Volte duas casas!

O mercado se altera e tudo se torna uma bagunça, até que as coisas se aquietem novamente. É sempre assim e não podia ser diferente com o mundo virtual. Resumindo: o Vine, Instagram Musicaly, Youtube geram famozinhos a cada dia, todos os dias alguém teve seu video, frase, ou meme viralizado por instantes, alguns perduram, outros não. Nesta seara – e principalmente no Instagram – aos poucos surgiram aqueles que se destacaram, pelo conteúdo.

Sim! Pelo conteúdo, elas/elas viajavam, compravam, ganhavam, mostravam, utilizavam produtos em seus dias e mais outras centenas de coisas, a estes escolhidos pelo grande público on line foi dado o nome de Digital Influencers, e aqui está mais um fato deste texto: ALGUEM LHES CONCEDEU UM TÍTULO.

Portanto digital influencer não pode se auto-intitular, pois não é profissão, não é algo que se torna fazendo um curso ou se graduando em qualquer área do conhecimento. Alguém que se destaca pelo conteúdo, pode chegar a influenciar pessoas.

Você influencia, quando outra pessoa compra algo, participa de algo, busca informações sobre algo que você disse ou fez, caso contrário você não influenciou nada nem ninguém, apenas postou algo, como qualquer pessoa no mundo.

Uma marca se relaciona com um “influencer” porque quer que de FORMA CAMUFLADA, NATURAL, um produto ou serviço seja usado por esta pessoa, afim de gerar influencia de marketing em outras pessoas, no caso, nos seguidores deste “influencers”.

E aí temos exemplos fora da casinha, fora da curva!!!, como grandes celebridades que fazem tanto o marketing lifestyle, este de usar produtos e serviços e também as tradicionais propagandas de tv, ambos os formatos são beneficiados consideravelmente e a relação custo-benefício da propaganda fica evidente.

O que tem acontecido, são pessoas DESCONHECIDAS, que COMPRAM seguidores e pacotes de CURTIDAS, criando para si mesmos uma audiência robô, fantasma, que não existe e buscando “parcerias” com empresas diversas e a forma só piora, a confusão é tanta que estas pessoas fazem comercial e não utilização natural do produto, o que é caracteristico de outra mídia e de outro profissional: Televisão e Rádio, e atriz, apresentadora, garota propaganda.

Vejo muita gente confusa por aí, abrindo contas de instagram, quando na verdade deviam estar enviando curriculos pelo linked in para agencias e empresas de entretenimento. O que você é? Se a resposta for: INFLUENCER! Então volte duas casas e reinicie o jogo.

beijo seus bunito,

 

.fernandoprado

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.