Como tomar melhores decisões?

COMO EU POSSO FAZER DECISÕES MELHORES?

“Nunca volte atrás” ou “Não tema a falha” … isso você já ouviu ou ainda vai ouvir quando pensa em estratégias para tomar decisões de uma forma mais eficiente na sua vida, portanto ao invés de jogar uma moeda para cima ou “apenas fazer”, aqui vão cinco técnicas rápidas para lhe ajudar nesta tarefa que para muitos é bastante árdua. As dicas são o lifehack, traduzidas livremente.

 

1. NÃO POSSO DECIDIR AQUILO QUE NÃO CONHEÇO!

Quando você não sabe sobre as variáveis que tem, não há como analisar, você até pode imaginar, pensar, achar que … mas vai precisar coletar mais dados para saber o que decidir. Apenas colocar no papel os PROS e CONTRAS para sair do trabalho por exemplo não é suficiente, você precisará investigar cada pro e cada contra além de pensar sobre o mercado, sua preparação, suas indicações e por aí vai … Não temos todas as respostas!

2. TALVEZ VOCÊ POSSA ME AJUDAR?

A forma mais fácil de buscar mais informações é perguntar aos outros, principalmente os que já passaram por “isso”  que você está querendo saber. O contrário também é importante, fique longe das pessoas que dizem saber tudo quando na verdade não tem nenhuma experiência.

3. PROCURE O ADVOGADO DO DIABO

Como seres humanos procuramos por fatos que confirmam aquilo que já acreditamos e ignoramos aquelas informações que vão contra nossa crença primeira. Se você realmente quer tomar uma decisão inteligente, procure pessoas que contra-argumentem com você, que digam coisas que você não acredita e até não aceita, pense sobre isso. Grandes empresas contratam equipes completamente separadas que investigam pontos de vista opostos.

4. CUIDADO COM O “DE QUALQUER JEITO”

Tudo parece ÓTIMO se comparado com algo PÉSSIMO. Quando você está pressionado pode sentir que tem que tomar uma decisão entre as opções existentes, quando na verdade se você conseguir espaço par a “respirar” pode pensar em alternativas que nem estavam em jogo.

5. CUSTO DE OPORTUNIDADE

Algumas vezes a oportunidade que parece excelente pode custar caro, vale a pena analisar em curto, médio e longo prazo o custo benefício da decisão.

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.