A evolução das atividades físicas para mulheres no últimos 100 anos

Prepare-se para suar, internet!

Dos alongamentos para iniciantes no início do século 20 aos movimentos de alta intensidade do Zumba — este vídeo, produzido por uma empresa britânica especializada em saúde, mostra os principais modismos da boa forma feminina dos últimos 100 anos.

Nos anos de 1910, as saias compridas não impediam as mulheres de se alongarem, o que era visto como uma forma séria de exercício e não apenas um aquecimento.
100 year fitnees 1910

 

Na década de 20, os alongamentos ainda eram os mais praticados.
100 year fitnees 1920

 

Mas na década de 30 houve uma grande mudança, com mais atividades em grupo e movimentos sincronizados.
100 year fitnees 1930

 

Na década de 40, as mulheres não estavam interessadas em transpiração ou definição muscular, mas em realizar pequenos movimentos em casa.
100 year fitnees 1940

 

A década de 50 viu a introdução do bambolê, deixando os exercícios um pouco mais divertidos.
100 year fitnees 1950

 

Nos anos 60, surgiram aparelhos focados na perda de peso através de formas muito mais passivas de exercícios. As mulheres deslizavam em pranchas ou colocavam cintos que vibravam em torno de suas coxas para “tirar os excessos”.
100 year fitnees 1960

 

Na década de 70, surge uma técnica que incluía uma combinação de exercícios aeróbicos e dança ao ritmo de jazz.
100 year fitnees 1970

 

A aeróbica foi uma grande febre na década de 80.
100 year fitnees 1980

 

Assim como na década de 80 a boa forma estava super na moda nos anos 90. O Tae Bo, uma mistura de taekwondo e boxe, era uma febre.
100 year fitnees 1990

 

Nos anos 2000, a boa forma e a dança se reuniram novamente com as aulas de hip-hop.
100 year fitnees 2000

 

Atualmente, aulas de dança ainda são muito procuradas, especialmente com a crescente popularidade do Zumba, que incorpora hip-hop, soca, salsa, samba, merengue e mambo.
100 year fitnees 2010

 

Confira o vídeo completo:

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.