Pessoas que passam tempo sozinhas tem MAIS SUCESSO na vida!

 

Interessante nao é? 

Uma postagem recente do Lifehack trouxe a informação de que Albert Einstein e Isaac Newton chegaram a grandes idéias justamente em momentos onde estavam sozinhos e em paz, isso para contrariar o restante do mundo que insiste que ficar sozinho é estranho! Isso acontece por algumas questões, por exemplo:

1. Momentos consigo mesmo estão libertos de ansiedade. 

Geralmente o stress é construído em nossas vidas principalmente quando estamos em contato com outras pessoas e fica dificil  distinguir o que está em nós mesmos e o que está no outro,por isso passar um tempo sozinho traz essa paz, esse momento de deixar tudo mais tranquilo para que sua mente entre nos trilhos novamente.

2. Melhora a memória

De acordo com um estudo de Harvard as pessoas estão predispostas a se lembrar de algo prazeroso e mesmo duradouro quando estão sozinhas. Uma dose de solidão dá a pessoa uma perspectiva e humor diferentes daquele do dia a dia.

3. Estas pessoas entendem melhor quem são

A realidade é que todos nascemos e morremos sozinhos. Portanto a dose de solidão necessária é aquela que promove a oportunidade de descobrir em si mesmo essa realidade, que você é único e que não precisa de se comparar a ninguém. Sucesso vem do entendimento de quem você é e o que você quer da vida.

4. Muito mais foco!

De acordo com o estudo, alunos que estudaram sozinhos se deram melhor do que aqueles que estudaram em grupos. Esta pesquisa identificou que isso se deu pela maior reflexão daqueles que ficaram sozinhos, mostrando que se concentraram mais no sucesso profissional e na resolução daqueles problemas!

 

Estudos Originais: Solitude, Reflection Tied to College Success // Not Enough Solitude

 

Justin Bieber está de volta e com cabelo novo!

Para a paixão dos fãs, o Justin Bieber finalmente voltou à cena musical, o garoto passou os ultimos anos escrevendo e gravando. Ao todo mais de 400 canções foram gravadas para o novo cd.

E na noite do dia 30/08 todos pudemos acompanhar a volta do cantor ao se apresentar no VMA, as músicas escolhidas foram “Where are you now” e o lançamento “What do you mean” cuja campanha nas redes sociais ajudou a criar um verdadeiro movimento a favor da canção!

Mas na minha análise, a apresentação deixou a desejar. Uma vez que ele escondeu o rosto o tempo todo, usou um figurinho extremamente simples e não deixou que sua voz fosse ouvida por nós. Além da produção de vídeo que ficou muito abaixo de um retorno triunfante.

Bieber ainda pareceu forçar um choro que foi cortado pela MTV. O clipe foi dirigido pelo cineasta Brad Furman.

ATUALIZACAO // SEGUNDO O ZHNOTICIAS

 

 

Justin Bieber realizou a melhor entrada da história no site de música por streaming Spotify: durante sua primeira semana na plataforma, a canção “What do you mean?” foi escutada mais de 21 milhões de vezes.

O cantor canadense lançou a faixa em 28 de agosto e só cinco dias depois, o site, com sede na Suécia, já anunciou que havia batido o recorde da canção mais escutada durante a semana de seu lançamento.

A marca de referência havia sido estabelecida no mês anterior pelos britânicos One Direction, com 20 milhões de acessos na primeira semana de sua faixa “Drag Me Down”.

Justin Bieber vive um pico de popularidade após sua atuação na noite de domingo nos prêmios MTV Video Music em Los Angeles (Califórnia, oeste dos EUA), onde interpretou duas canções, entre elas, “What do you mean?”.

Suscitando inúmeros comentários nas redes sociais, o canadense de 21 anos parecia chorar ao final de sua coreografia. Bieber disse ao apresentador americano Jimmy Fallon que estava dominado pela emoção ao ver o apoio do público de Los Angeles.

O cantor havia sido vaiado com intensidade em sua última aparição em uma cerimônia similar, os Billboard Awards em 2013.

Desde o lançamento de seu último álbum “Believe” em 2012, Justin tornou-se alvo frequente de piadas relacionadas com suas inúmeras loucuras fora dos palcos.

“What do you mean?” deverá aparecer no próximo álbum do cantor, cujo lançamento está previsto para 13 de setembro sob um título que ainda não foi revelado. Bieber trabalha neste disco, seu quarto, junto com figuras como o produtor musical Rick Rubin, o DJ Skrillex e o rapper Kanye West.

56,9% da população brasileira está gordinha!

No Brasil, 56,9% das pessoas com mais de 18 anos estão com excesso de peso e 20,8% estão classificadas como obesas, segundo levantamento recente divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso preocupa os especialistas, pois excesso de peso é fator risco para diversas doenças. “Entre os problemas mais comuns que as pessoas obesas e com sobrepeso enfrentam estão: hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2, dislipidemia, esteatose hepática (causa mais comum de cirrose hepática atualmente), artroses, varizes e alguns tipos de câncer. Problemas sérios que exigem acompanhamento multidisciplinar”, explica Luis Augusto Mattar, cirurgião bariátrico da Clínica LEV, Centro Avançado de Controle de Peso.

De acordo com o IBGE, a maior parte dos obesos são mulheres: 59,8% da população feminina com mais de 20 anos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aponta a obesidade como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso; e mais de 700 milhões, obesos.

A ciência vem mostrando que existem inúmeras causas da obesidade, incluindo questões genéticas. Contudo, o que sobrepõe todos os fatores biológicos são os fatores comportamentais. Ou seja, suas escolhas alimentares (tanto em quantidade, quanto em qualidade) e seu estilo de vida (incluindo a prática de atividade física regular).  “A obesidade é resultado de vários fatores, por isso, seu tratamento deve contar também com uma equipe multidisciplinar com o intuito de amparar os pacientes, independente do uso de outros métodos para o tratamento de peso como os procedimentos cirúrgicos Sleeve (restrição gástrica), Bypass Gástrico (restrição gástrica com desvio intestinal) ou o Balão Intragástrico (método endoscópico pouco invasivo para causar saciedade)”, explica o cirurgião.

Esse suporte profissional viabiliza o sucesso do tratamento da obesidade, reduzindo a incidência de fracasso, promovendo mudanças significativas no estilo de vida, com reflexos positivos na saúde do paciente. “A obesidade não tem cura. Podemos ter controle sobre ela e ter um bom resultado a médio e longo prazo no tratamento construído com ajuda de uma equipe multiprofissional. Quase a totalidade dos pacientes que nos procuram, já passou por inúmeros tratamentos como dietas de baixas calorias, medicações que inibem a fome, programas de exercícios inadequados e sem orientação alimentar associados. Todos esses tratamentos são autolimitados, pois um dia a pessoa não aguenta mais e volta à sua ‘vida normal’ de maus hábitos. O tratamento, para ser bem sucedido, precisa basear-se em uma mudança real nos hábitos de vida”, conclui Luis Augusto.

‘Ensina-me a Viver’ reacende memórias de Uberlândia

O estrondoso sucesso que o filme e o livro de Collin Higgins, ‘Harold na Maude’, fizeram na década de 70 em todo o mundo é algo que ressoa e se multiplica com o passar das décadas, demonstrando a força de uma obra de arte atemporal.

É assim que “Ensina-me a Viver”, estrelado por Glória Menezes e Arlindo Lopes, chega ao Teatro Municipal de Uberlândia entre 17 a 20 de Setembro: envolvido em uma atmosfera de sonho, resgatando memórias e vínculos afetivos.

“Na década de 80, quando a 1ª versão brasileira de ‘Harold e Maude, Ensina-me a Viver’, estreava no Rio de Janeiro, dirigida por Domingos de Oliveira, com Diogo Vilela e Henriette Morineau nos papeis títulos, por aqui, em Uberlândia, no palco do Teatro Rondon Pacheco, coincidentemente, também estreávamos a mesma peça”, recorda o jornalista e produtor cultural Carlos Guimarães Coelho que, além de assinar a adaptação na época, fazia o papel principal de Harold ao lado da lendária Francisca Garcia de Souza, mais conhecida como Dona Chiquinha, já falecida.

Sumaya Mattar, que na época interpretou a senhora Chansen, mãe de Harold – uma milionária, fútil, fria, controladora, que não demonstrava afeto e ficava indiferente às inúmeras tentativas do filho de chamar sua atenção – hoje é professora de Arte-Educação na Universidade de São Paulo (Eca-Usp) e também relembra com carinho o que viveu em Uberlândia.

“Foi uma experiência única e muitíssimo especial, porque éramos jovens com uma vontade enorme de fazer teatro e que se iniciavam com uma mulher incrível – dona Chiquinha – a Maude! – para quem tudo era possível, desde que com muito trabalho e dedicação”, conta.

Mattar recorda ainda como, já em idade avançada, Dona Chiquinha trabalhava arduamente (vendendo salgadinhos, fazendo manicure, entre outros) para realizar suas peças, e conciliava, sabe-se lá como, a vida do dia a dia, de dona de casa, com a de atriz e diretora de grupo de teatro, rodeada de jovens.

“Foi um aprendizado único num momento decisivo da vida. Dona Chiquinha não nos ensinou só a trabalhar, nos ensinou, especialmente, a sonhar juntos e a ver a arte como um campo possível de realização destes sonhos”, ressalta Mattar.

Ivens Tilman que fazia dois papéis na peça, conta que o grupo realizou várias apresentações na cidade e também no Teatro Vianinha, em Ituiutaba. “Foi realmente maravilhoso trabalhar com aquela equipe. Nunca esquecerei Dona Chiquinha”, afirma Tilman, para quem reviver esta história com Glória Menezes não tem preço. “Estou ansioso para chegar o dia. Tenho certeza de que será maravilhoso ver essa atriz tão brilhante, tão entregue ao teatro, no papel de Maude”, diz.

Com a vinda da nova versão da peça para Uberlândia, outra grande figura que ressurge é o também falecido, Roberto Rezende, o qual empresta nome ao teatro de bolso da Oficina Cultural de Uberlândia devido à importância que teve para o teatro e a produção cultural da cidade.

Foi ele quem dirigiu a adaptação na década de 80, que contou também com os atores: Geraldo Rezende Júnior, Denise Brito, Tânia Mendonça, Euler Martins Cardoso, entre outros.

Para Carlos Guimarães, que viveu tudo isso há alguns anos e agora é o responsável por ‘Ensina-me a Viver com Glória Menezes’ em Uberlândia, esse trabalho tem um prazer maior do que os demais.

“Foi muito emocionante assistir essa nova versão no Rio de Janeiro. Um passeio no tempo. Relembrei de muita gente e é claro de algumas pessoas da nossa equipe que já não vivem mais. Tenho orgulho de estar viabilizando isso, não só pela qualidade do que o público vai ver, mas também por estar resgatando um pouco de nossa história”, acrescenta Guimarães.

 

Mais sobre a peça em Uberlândia

A montagem de “Ensina-me a Viver”, que estará em cartaz entre 17 e 20 de Setembro no Teatro Municipal de Uberlândia, conta com Arlindo Lopes e Glória Menezes nos papéis principais de Harold and Maude. Além deles, Ângela Dip, Elisa Pinheiro, Márcio Vitto, Verônica Valentim, Guilherme Siman, Walisson de Souza e Jamil Kubruk integram o elenco dirigido por João Falcão, considerado um dos melhores diretores brasileiros de teatro da atualidade. Durante sua 1ª turnê, a peça, que foi baseada na tradução inédita de Millôr Fernandes, percorreu 26 cidades, com público de mais de um milhão de espectadores, e conquistou vários prêmios, tendo sido, inclusive, recordista em indicações para o Prêmio da APTR. Além dos atores, os cenários, figurinos e trilha sonora são pontos altos do espetáculo, que equilibra elegância, humor e emoção ao retratar a história de amor entre uma jovem senhora de 80 anos apaixonada pela vida e um senhor de quase 20 anos obcecado pela morte.

Serviço:

O quê: ‘Ensina-me a Viver’ com Glória Menezes e Arlindo Lopes

Quando: 17 a 19/09 (21h) e 20/09 (18h)

Onde: Teatro Municipal de Uberlândia Av. Rondon Pacheco, 7070 – (34) 3235-1568

Ingressos no site www.megabilheteria.com; na bilheteria do Teatro das 12h às 18h; nas lojas Provanza (Supermercado D´Ville – Av. Getúlio Vargas – e Shopping Via Centro); na Agência Lazer Tur (Av. Rondon Pacheco, 1756)

Preços: 17/09 – R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia) // 18/09 – R$100 (inteira) e R$ 50 (meia) // 19 e 20/09 – R$120 (inteira) e R$ 60 (meia)

Promoção: As primeiras 500 pessoas a comprarem ingressos ganharão o livro ‘Nau à Deriva, o Teatro em Uberlândia de 1907 a 2011’, do jornalista e produtor cultural, Carlos Guimarães Coelho.

Marketing de si mesmo! Sem ser arrogante!

O portal Administradores trouxe um topico super interessante “Como se autopromover sem ficar conhecido como um idiota!”, apelativo o título não é mesmo? E realmente isso é fundamental. Para Dan Schawbel, colunista das revistas Forbes e Time e autor do livro “Promova-se“, existe uma clara distinção entre autopromoção e fanfarronice no ambiente de trabalho. “Autopromoção significa fazer estrategicamente com que as pessoas saibam o que você pode fazer, quais são suas habilidades e o que você já realizou – de uma maneira que mantenha o foco no modo como tudo isso favorece sua equipe e sua empresa. Já a fanfarronice é quando você se vangloria e diz respeito ao que é interno: você, você, você – como você é magnífico e como você é melhor do que todo mundo”, explica.

 

Das cinco dicas presentes no artigo, vou repostar uma em específico que acredito ser a mais importante:

1. Faça com que as pessoas entendam que vale a pena falar ao seu respeito. Execute seu trabalho com precisão e se torne conhecido por uma coisa ou área em específico. “Se você for especialista em alguma coisa e executar um trabalho de alta qualidade, se você se der bem com os outros e trabalhar bem em equipe, as pessoas naturalmente falarão a seu respeito e das coisas que você faz”, diz Schawbel.

 

Esta dica está ligada à sua competência e não somente com o que aparece do seu trabalho, ou seja, uma coisa é o processo e outra o efeito, uma é o que você faz, como faz e a energia e profissionalismo que faz e outra coisa completamente diferente é o que aparece deste trabalho. Foque no que você têm!

 

Amanhã tem palestra com o tema: ‘Transformando adversidade em oportunidade’

A Fundação CDL Uberlândia dá continuidade ao Ciclo de Palestra nesta terça-feira (25), às 19h, na CDL Convenções e Eventos com o tema: “Transformando adversidade em oportunidade”. Quem falará sobre o assunto será o consultor em Gestão Empresarial, André Justino. A palestra é voltada aos empresários do setor varejista, mas aberta a todos que queiram aprender como incrementar resultados.

 

O Ciclo de Palestras é tradicional e faz parte da rotina da entidade. Para este ano ele será intensificado, tendo ainda mais edições. São eventos realizados por meio de parcerias com entidades como Sebrae, Alterdata, Fundação Dom Cabral e Instituto Cyclos.

 

Para participar basta levar um litro de leite longa vida. Tudo que for arrecadado será doado a uma entidade carente de Uberlândia.

 

As inscrições podem ser feitas pelo site www.cdludi.org.br

Sobre André Justino

 

Atua há mais de 20 anos como consultor em gestão empresarial e gestão de pessoas, cursou Comunicação e Marketing pela Universidade Federal de Uberlândia, participou de diversos congressos e seminários Internacionais na área da Antropologia: Japão, Grécia, Egito, França, EUA, Tailândia, México, Inglaterra e Espanha.

 

Realizou consultoria e treinamentos in company para mais de 900 empresas como: Nestlé, Sabesp, Magazine Luiza, Luiza Cred, Grupo Votorantin, entre outros.

 

SERVIÇO:

Palestra – “Transformando adversidade em oportunidade”

Data: 25/08/2015

Horário: 19h às 21h

Local: CDL Convenções e Eventos

Endereço: Avenida Belo Horizonte, 1290, bairro Osvaldo Rezende

‘Uberlândia 2100’ discute propostas para o futuro da cidade

Foi realizada nesta sexta-feira (21), a segunda edição do Fórum Uberlândia 2100. Desta vez, o projeto reuniu os voluntários que se disponibilizaram a contribuir com a ideia desde o mês abril, quando ocorreu o primeiro encontro. O intuito de planejar a cidade para os próximos 85 anos é uma realização do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (Sinduscon-TAP) e Algar. Cerca de 200 pessoas compareceram ao evento realizado na Unialgar, durante toda a manhã.

Na oportunidade, foi criado o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Uberlândia, o CODEN. Os presentes se organizaram em dez grupos, cada um com um tema. A ideia era de que fossem apresentadas propostas concretas sobre tópicos como saúde, educação, mobilidade urbana, entre outros. “Nesse momento de mobilização dos apaixonados por Uberlândia é preciso escutar o que eles esperam da cidade para quando chegar em 2100. Todas as ideias são para longo prazo, mas precisam ser iniciadas agora”, destacou o presidente do Sinduscon-TAP, Efhtymios Panayotes.

“Estivemos em Maringá/PR para conhecer um projeto semelhante ao que eles desenvolvem. Agora, precisamos criar as nossas próprias condições. Acredito muito no resultado positivo desse trabalho, pois, confio muito em todos que apóiam a causa”, disse o presidente do conselho de administração do Grupo Algar, Luiz Alberto Garcia.

Após a formação dos dez grupos, cada um elegeu um representante que apresentou as ideias discutidas aos demais. “Isso é um processo democrático em benefício de um bem coletivo, para os nossos descendentes”, destacou Cícero Penha, vice-presidente Corporativo de Talentos Humanos do Grupo Algar.

O próximo passo agora é a institucionalização do grupo, com um conselho gestor formado para reuniões regulares.

Sobre o Fórum Uberlândia 2100

O projeto surgiu para pensar o futuro da cidade para os próximos 85 anos. A ideia desse planejamento em longo prazo é espelhada na cidade de Maringá/PR. A Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil, a CBIC, também desenvolve um projeto denominado “O futuro da minha cidade”. Iniciativas semelhantes já foram discutidas em outras cinco cidades no Brasil. A primeira edição em Uberlândia foi realizada no dia 28 de abril, com adesão recorde.

4ª Mudante – Festival de Música, Dança e Teatro de Uberlândia está de volta

‘Sonhar’. Este é o tema do 4º Festival de Música, Dança e Teatro de Uberlândia, evento que mistura de expressões artísticas num único espetáculo, inovador e emocionante. O festival triplo acontecerá dia 20 de setembro, no Center Convention em Uberlândia, às 19h30.

unnamed (3)

No palco, grandes companhias de dança e renomados bailarinos da cidade como a Cia de dança Talentos, Terra cota, Leandro Theodoro, a bailarina Cris Cabral e a academia Vórtice, reconhecida internacionalmente pelo profissionalismo e beleza de suas coreografias. E no teatro, um espetáculo com Luciano Luppi – ator de Belo Horizonte, que abrirá o evento com a peça ‘Cartas e Poesias’ que ultrapassou fronteiras brasileiras, sendo apresentada em vários países e agora compõe a programação cultural do Mudante.

Paralelamente, Agnaldo Rayol subirá no palco e com voz potente e sensível interpretará grandes sucessos da sua  carreira e também os sucessos italianos, a exemplo de Minha Gioconda (Mia Gioconda),  Tormento D’Amore, com impostação lírica que encantará o público.

VOZ_E_POESIA_L_2 (1)

“Com a integração das três artes apresentamos ao público um espetáculo dinâmico e marcante que vai emocionar o público com o tema Sonhar. Queremos encantar a todos com a riqueza cultural da região e do país. Tudo em um dia de evento cultural acessível”, afirma Antônia Nunes, mentora do projeto.

A diferença do projeto neste ano é que ao invés de dois palcos, os artistas e bailarinos se dividirão em um único palco, com estrutura maior para receber as apresentações simultâneas das três artes. O teatro abrirá o espetáculo com atores, músicos e bailarinos e, na sequência, o público assistirá ao show do cantor Agnaldo Rayol que terá algumas de suas músicas interpretadas por coreografias das companhias de dança convidadas.

mudante1-22

Valores

Os ingressos serão vendidos a preços populares. Um lote promocional e limitado com ingressos a partir de R$10,00 (meia entrada) já está a venda pelo site www.ingresse.com.  

O evento é uma realização da Viva Marketing. O patrocínio é do Center Shopping, com apoio do Colégio Nacional e Start Química e apoio cultural do Keiretsu Sushi Bar e da Cantina Alighieri.

Mais informações sobre programação e venda de ingressos podem ser encontradas no sitevivamarketing.com.br e nas redes sociais do festival.

Open chat
1
Contato apenas para orçamentos.
Contato apenas para orçamentos. https://fernandoprado.com/2015/08