In this article:

Se você tinha alguma dúvida sobre a importância do abraço, fique sabendo que pesquisadores da Carnegie Mellon University dizem que ele pode reduzir a infecção do resfriado comum.

Para chegar à este conclusão, os cientistas perguntaram a 404 voluntários uma série de perguntas sobre a vida social deles, do tipo: Com que frequência eles enfrentam conflitos com amigos e familiares? Quantos abraços eles ganham em um dia normal?

Em seguida, a equipe de pesquisa, expuseram ratos de laboratório ao vírus do resfriado comum, monitorando os sinais de infecção. Foram analisado dois grupos: um com interações sociais positivas e outro com membros que viviam de forma mais independente e, eventualmente, entravam em conflito. A conclusão do estudo foi que os ratos que viviam bem em grupo tinham uma probabilidade um terço menor de pegar resfriados.

O resultado da pesquisa com os voluntários, também revelou que o apoio social percebido reduziu o risco de infecção da gripe associado a conflitos. Os abraços foram responsáveis por um terço do efeito protetor de apoio social. Entre os participantes infectados, a maior percepção de apoio social e abraços mais frequentes também resultaram em sintomas da gripe menos graves.

Pesquisas anteriores já haviam mostrado uma ligação entre o apoio social e melhoria da saúde, embora o mecanismo exato por trás do poder de cura pelo abraço não esteja claro. Por isso ainda é importante contar com a ajuda de medicamentos; mas, também, é incrível saber que podemos evitar ou diminuir os sintomas de uma gripe com um simples abraço! 🙂

Via: Science of Us

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Share this post

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent articles

Featured articles

Open chat
1
Contato apenas para orçamentos.
Contato apenas para orçamentos. https://fernandoprado.com/2015/01/12/cure-sua-gripe-com-abracos