12 dicas para integrar mídias sociais na sua estratégia de marketing

Quando as mídias sociais estão integradas com a estratégia de marketing da empresa, a administração dos ativos da marca e dos clientes é aperfeiçoada. Elementos estratégicos como segmentação, targeting, posicionamento e todas as atividades relacionadas refletem uma compreensão, clara e consistente, do valor que a empresa oferece aos seus clientes e como ela busca capturar valor ao atrai-los. O resultado das mídias sociais integradas na estratégia de marketing é a melhoria da eficiência em todos os aspectos do plano de marketing.

Pensando nisso, profissionais de marketing em diversos setores apresentaram suas opiniões sobre as ações a serem tomadas para melhorar a integração de mídia social. Confira as principais dicas:

Escolha estratégias: a mídia social ainda está em sua infância, por isso a mudança é constante e novas ferramentas estão sendo introduzidas na velocidade da luz. Usar a tecnologia mais recente pode beneficiar a empresa, especialmente quando o seu público-alvo inclui os clientes mais jovens e mais midiáticos. No entanto, é sempre importante julgar o valor e o impacto de uma ferramenta de mídia social em relação à estratégia de marketing da empresa, em vez de sua capacidade de inovação. A nova ferramenta vai ajudar a empresa a desenvolver uma estratégia de marketing mais eficaz? Se não, deixe o objeto brilhante na prateleira para outro dia.

Promova ações de mídias sociais: se as ações de mídias sociais são realizadas sem um objetivo claro ao cliente, a integração pode ser evasiva. Isso significa que os profissionais de marketing devem sempre identificar um objetivo específico do cliente quando empregam táticas de mídias sociais.

Pense no futuro: como campanhas de mídia tradicional, a mídia social é muitas vezes usada para fortalecer a marca, o produto ou a consciência sobre a companhia. Se popularizar a empresa é o objetivo, os profissionais de marketing devem ter uma compreensão clara do que acontece na estratégia de marketing da empresa, para converter em intenção de compra.

Alinhe o canal de mídias sociais com a estratégia de marketing: embora praticamente todas as marcas estejam no Facebook e Twitter, há muitas outras plataformas de mídias sociais, como Instagram e Snapchat. As marcas, normalmente, não têm os recursos para estar em todas as plataformas de mídia social, então como priorizar? É preciso escolher as plataformas de mídia social que se encaixam com o público-alvo e posicionamento da marca. Por exemplo, Facebook e Twitter tendem a atingir um público amplo, enquanto Instagram e Snapchat têm uma base de usuários mais jovens.

Crie toolkits de mídias sociais: Fornecer ferramentas específicas tornou-se um procedimento padrão para muitas empresas e são efetivamente utilizadas para orientar os mercados locais sobre como retratar marcas globais, fornecendo modelos e orientações para a adaptação de conteúdo. De forma semelhante, algumas empresas estão começando a criar toolkits de mídias sociais, que incluem modelos para postagens no Facebook e Twitter. Estes kits podem garantir o alinhamento estratégico e criar uma imagem da marca mais coesa em todas as geografias e plataformas, reduzindo o tempo e os recursos necessários para desenvolver o conteúdo de mídias sociais.

Coloque especialistas em mídias sociais com as equipes de marca e clientes: quando a mídia social opera a partir de um grupo ou local separado, há uma maior probabilidade da integração ser pobre. Em vez disso, especialistas em mídias sociais devem estar intimamente ligados às equipes de marca e clientes, de modo que estejam envolvidos assim que os objetivos de comunicação forem estabelecidos. Este envolvimento compensa porque os especialistas de mídias sociais estão em sintonia com as mais recentes plataformas e sabem quais abordagens podem gerar interesse dos clientes atuais e potenciais.

Maior envolvimento das empresas com mídias sociais: com tanta coisa para aprender e meios de comunicação que se transformam em um ritmo tão rápido, muitas empresas terceirizam atividades de mídias sociais para várias agências. Esta estrutura ameaça a integração das mídias sociais, porque as agências raramente compreendem a totalidade da estratégia de marketing de uma empresa. Esta preocupação leva algumas empresas a fazerem suas próprias atividades de mídia sociais, ou a utilizarem modelos de parceria em que possuem um envolvimento mais profundo com suas agências.

Conversão: a mídia social é um dos poucos lugares onde as empresas podem se envolver com seus clientes de forma contínua, pessoal e em tempo real. Como tal, ela pode servir como um ponto chave para conduzir à principal estratégia de marketing da empresa – compras. Se, por exemplo, uma seguidora posta que vai comprar um item em particular, as empresas podem responder com um tweet contendo informações úteis como descontos personalizados e /ou promoções.

Esteja disposto a dizer não: a maiorias das empresas querem páginas no Facebook e Twitter. Os líderes de marketing precisam manter a linha e decidir quais plataformas de mídias sociais são as ideais para uma determinada marca, de um ponto de vista estratégico e de clientes. Controlar o acesso de mídias sociais através de um grupo preparado, garante que alguém se responsabilize e fique bem informado sobre as melhores formas de usá-las como parte da estratégia de marketing de uma empresa ou marca.

Histórias de sucesso: para que a integração seja algo valorizado, os líderes precisam compartilhar histórias de sucesso em toda a organização. As histórias de sucesso podem se tornar parte do ethos da empresa e influenciar de forma orgânica a integração das mídias sociais em atividades de marketing.

Descubra o valor: se a mídia social é parte da estratégia de marketing da empresa, serão levantadas questões sobre a sua contribuição para a receita de vendas e como ela funciona sozinha e em conjunto com outras táticas. Devem ser tomadas medidas para compreender e medir os efeitos da mídia social, a fim de integrá-la com a estratégia de marketing da empresa de forma mais eficiente. Os profissionais de marketing não devem deixar estas questões impedirem o trabalho com a mídia social, e sim considerá-las como uma oportunidade para demonstrar o seu valor. 

Aprenda com os fracassos: é muito mais fácil fazer experiências com mídias sociais que tradicionais, por isso as empresas podem testar e aprender rapidamente. Além disso, os custos de execução de mídias sociais tendem a ser muito menores em comparação com as mídias tradicionais, por isso, as perdas devido a falhas são menos graves. Através de experiências com as mídias sociais, as empresas podem determinar com mais precisão quais mensagens e campanhas têm o maior impacto sobre as suas estratégias de marketing, ajudando como novos esforços de integração.

Via: Forbes

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.