Por que você deveria ANOTAR aquilo que aprende: Um texto de Bel Pesce

Acredito que todos os dias que vivemos são ricos de experiências e aprendizados, e para que que eu possa extrair ao máximo cada aprendizado, adotei um caderninho de anotações em 2006 — hábito que carrego comigo até hoje. Naquele ano, eu me mudei do Brasil para os Estados Unidos e fui atrás do meu grande sonho: estudar no MIT, uma das melhores faculdades de tecnologia do mundo.

Sabia que viveria grandes desafios e aventuras, e resolvi começar meu caderninho por duas razões principais. A primeira delas era poder escrever as coisas que me tocariam no dia a dia e, com isso, não esquecer de nada. Assim, eu poderia compartilhar tudo o que estava vivendo com minha família e amigos. Imagina, em 2006 não havia sequer redes sociais como temos hoje. Aquela era uma forma que encontrei de trazer para perto quem estava longe através das anotações do meu dia a dia. O segundo motivo pelo qual comecei um caderninho foi para anotar aprendizados e depois poder revisar atentamente aqueles acontecimentos. Isso fazia com que eu aprendesse ainda mais com os momentos passados.

E foi interessante, porque quando comecei não tinha nada planejado. Eu apenas comecei a escrever porque acreditava que podemos aprender algo todos os dias e eu queria registrar aqueles aprendizados. Anotava de tudo: sobre como as coisas funcionavam, sobre como lidar com pessoas, sobre negócios, sobre o que aprendia na faculdade. O mais curioso é que esse hábito de escrever fez com que eu passasse a pensar mais sobre as coisas que faço. Aprendi a olhar mais atentamente para cada detalhe e a encontrar beleza em coisas que antes poderiam passar despercebidas.

Dez anos se passaram e este hábito de escrever em um caderninho ficou ainda mais presente em minha vida. Agora, compartilho aqui com você grandes benefícios o caderninho meu trouxe:

1) Quando escrevemos, vamos além do “o que”. Quando fazemos algo, pensamos somente naquilo que estamos fazendo. Mas quando escrevemos, pensamos além daquilo e passamos a reparar nos motivos que nos levaram para aquela ação e em como foi feito. Isso nos faz entender melhor nossas ações e as consequências em um nível completamente diferente. O caderninho nos permite entender as ações e as consequências simplesmente porque ao escrever focamos, acima de tudo, no “por que” e no “como”.

2) Quando escrevemos, entendemos melhor quem somos. O caderninho é uma grande ferramenta de autoconhecimento. As anotações são capazes de fazer com que você entenda aquilo que te faz bem, o que te energiza, o que você abomina. E entender isso nos ajuda a tomar decisões mais certeiras.

3) Conforme observamos as situações do dia a dia e anotamos as experiências, somos capazes de entender melhor a nossa relação as pessoas com as quais convivemos.

Analisando todos esses aprendizados, percebi que poderia compartilha-los com o mundo, e espalhar uma mensagem para tocar a vida das pessoas. Então em Agosto de 2012 comecei um canal no Youtube chamado Caderninho da Bel. No próximo e-mail irei te contar como você pode engajar com o Caderninho da Bel.

Abraços,

Bel Pesce

 

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.