Mutirão visa tirar trabalhadores da informalidade

A informalidade continua sendo um dos mais graves problemas do mercado de trabalho do Brasil. A estimativa é que quatro milhões de trabalhadores informais atuem no Brasil hoje, o que significa uma perda de receita de R$ 92 bilhões. Para ajudar os empresários que ainda trabalham nessa realidade, a CDL Uberlândia e o Sebrae, em parceria com o Consórcio Saga, realizam no dia 9 de junho, na CDL Convenções e Eventos, das 9h às 20h, o “Mutirão para o microempreendedor”.  O evento inclui palestra gratuita com Alexandre Tronconi, das 9h às 11h, com o tema “Passo a Passo para a formalização”, além de mini cursos de “Vendas” (14h às 17h) e “Finanças” (14h às 17h).

De acordo com Lécia Queiróz, gerente executiva da CDL, quem participar do Mutirão poderá ter isenção de taxas para o registro da empresa, emissão de alvará pela internet, ausência de burocracia, cobertura previdenciária, acesso a produtos e serviços bancários, compras e vendas em conjunto, controles simplificados, facilidade para vender para o governo, segurança jurídica, apoio técnico no Sebrae na organização do negócio e possibilidade de crescimento como empreendedor. “Teremos uma equipe no local para o atendimento ao público, sendo necessário para o cadastro de microempreendedor a obrigatoriedade de RG, CPF, comprovante de endereço, título de eleitor, caso declarante de imposto e última declaração”,  disse.

Segundo Núbia Carvalho, gerente político-institucional, ser um empreendedor formal garante aos pequenos empresários uma série de benefícios. “Os empreendedores formalizados podem tirar o registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), emitir nota fiscal, ter acesso a financiamentos e participar de licitações públicas, além de garantir a cobertura da previdência social. Com a criação do Empreendedor Individual (EI), figura jurídica criada pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, ficou mais fácil para milhares de empresas informais e autônomas passarem para a formalidade, elevando assim sua competitividade e sustentabilidade”, enfatiza.

Na visão do presidente da CDL Uberlândia, Cícero Novaes, o Mutirão para o microempreendedor é uma forma de contribuir para a formalidade. “A informalidade destrói as empresas sérias, diminuindo a competitividade de preços e margem de lucro das que procuram seguir a lei. Esse tipo de Mutirão é sempre bem vindo”, avalia Cícero.

SERVIÇO:

Data: 09/06

Palestra “Passo a Passo para a formalização” (Alexandre Tronconi) – 9h às 11h

Mini cursos:

Vendas – 14h às 17h

Finanças – 14h às 17h

Mais informações: (34) 3239-3412 / 3239-3413

Serifa Comunicação

Categorias: Leia Também

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.