Meditação contra o câncer de mama

A meditação conduz a pessoa a um estado de relaxamento capaz de proporcionar mais consciência corporal e mental. As técnicas acalmam a mente e as emoções, sendo assim, a sua prática previne e ajuda a combater o estresse, bem como as doenças advindas desse comportamento.

Quando se pratica regularmente a meditação, algumas modificações acontecem no organismo. Dentre elas está a melhora dos níveis de pressão arterial, o ritmo respiratório se equilibra, mais qualidade do sono, entre outras. Uma grande descoberta foi em trabalhos realizados com pacientes oncológicos. Pesquisadores canadenses descobriram que a meditação alterou as células de câncer de mama.

O projeto foi realizado no Tom Baker Cancer Center, em que 88 participantes, com média de 55 anos, sobreviventes de câncer de mama continuavam sentindo problemas emocionais. Eles foram divididos em grupos e propostas diferentes foram aplicadas.

Um deles teve encontros semanais de 90 minutos com professores de Hatha ioga, tendo que praticar durante 45 minutos diários em casa. A segunda equipe passou por discussões semanais sobre os seus sentimentos, recebendo inclusive um workshop sobre técnicas de redução de estresse. O terceiro grupo serviu de “controle”.

Após o período de estudo, os pesquisadores analisaram as amostras de sangues e perceberam que os grupos que passaram pelos encontros tiveram seus telômeros preservados. Os telômeros são protetores das proteínas existentes nas células, que com o tempo podem se desgastar e trazer consequências ruins para a saúde das pessoas.

Num artigo escrito por médicos de Brasília, Eduardo Tosta e Juarez Castellar, encontra-se uma explicação de que as células mutantes podem se transformar em células cancerígenas com certa frequência, mas são eliminadas pelos mecanismos de defesa, principalmente aqueles associados ao sistema imunitário. Elas têm capacidade de detectar e destruir as células mutantes e, desta maneira, impedir o aparecimento do câncer.

Sendo assim, consideram que a meditação tem a capacidade de transformar as emoções negativas em positivas, tornando as pessoas mais serenas, intuitivas, sensíveis, amorosas e felizes. Tais emoções positivas alimentam o sistema imunitário, que passa a exercer sua função protetora de maneira eficiente, evitando o adoecimento e mesmo fazendo reverter doenças já estabelecidas.

 

 

Encontro em Uberlândia – Caminhada e Meditação

A fisioterapeuta Eva Simone tem formação em meditação transcendental e é praticante há 8 anos. Ela realizará uma manhã diferente, com o intuito de oferecer esse momento para cuidar do corpo. Com início às 8h, do dia 23 de outubro, no Parque do Sabiá, acontecerá uma caminhada interativa e logo após a meditação. Eva utilizará 30 tatames para receber os participantes, que poderão ser ocupados por ordem de chegada. Quem tiver o próprio material, também pode comparecer. A orientação é ir com uma roupa confortável. O ponto de encontro será na entrada do Tibery.

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.