Entendendo e escolhendo o vestuário masculino

A moda faz parte da nossa vida em sociedade, querendo ou não, isso significa que ela dita as tendências de consumo e comportamento de um momento e até mesmo ao longo do tempo. É um sinônimo de “costume” e, atualmente, refere-se especificamente aos diversos estilos de vestuário que prevalecem nos veículos midiáticos. Alguns meios, por exemplo, têm seu próprio “código de vestimenta”. Advogados constantemente estão de terno, médicos de jaleco. Até mesmo jogadores de poker possuem uma espécie de código de vestimenta.

Entretanto, não é porque alguma tendência faz sucesso que automaticamente devemos adotá-la, cada espaço requer um tipo de vestimenta que seja adequada para tal ocasião.

As tendências de vestuário aparecem com a predominância de algum acessório, com a repercussão de algum ídolo que usou determinada peça em um evento, festa, premiação. Mas ao mesmo tempo é também uma faca de dois gumes, pudemos observar exemplos de figuras icônicas que erraram feio em certas escolhas e foram criticadas por isso. Dito isto, como é possível saber se estamos em harmonia ou não com o ambiente que frequentamos?

Escolhendo um terno – Hoje em dia vemos uma grande tendência de roupas que tem um corte mais fit, adequando-se melhor a cada tipo de corpo. Vemos ternos mais acinturados e compridos, em contraste com aqueles antigos que eram largos, curtos na cintura e enormes nos braços — dando aquela aparência de “emprestado do avô”. Este tipo de corte proporciona um melhor caimento para diversos corpos masculinos. É importante fazer a escolha certa quando procurar por um blazer, levar em consideração os novos modelos com cortes fit pode ser uma boa opção para sua estrutura física. Lembrando que um bom blazer com caimento correto pode ser uma peça chave tanto formal quanto informal.

Estilizando o look informal – Uma grande tendência atual no mundo da moda é o uso de acessórios chamados “patches”, que são nada menos do que pedaços de tecido que possuem algum tipo de slogan ou imagem e que podem ser utilizados para personalizar sua peça favorita através de costura ou fixação com cola para tecidos. Caem muito bem em jaquetas jeans e dão um ar de exclusividade ao look, ficam ótimos em camisas com aspecto de estonadas — aquelas com estilo vintage, que parecem desbotadas e desgastadas pelo tempo. Uma camisa assim também pode ser uma ótima escolha de combinação com um blazer fit citado acima.

A calça certa – Diferentemente dos anos 90, as calças em alta hoje em dia não são aquelas sem forma e de corte reto, muito menos aquelas com boca larga de décadas atrás. A grande tendência é a calça com a modelagem skinny — que tem um corte mais justo e rente ao corpo e que veste bem em looks informais e formais. Entretanto, é necessário que haja uma avaliação se este é mesmo o tipo de peça correta para o seu corpo. Em alguns homens esta pode não ser a melhor opção e aqui vem a dica de ouro no mundo da moda e do vestuário adequado: se não veste bem no seu tipo de corpo, não adianta estar na moda.

Não é preciso gastar muito para seguir as tendências – Ao contrário do que se acredita: não é só bonito o que é caro. É possível seguir as tendências do momento reutilizando peças que você já tem. Um grande exemplo disso é o look “destroyed, que está muito em voga no momento, e consiste em apenas desfiar aquele jeans antigo que você já tem no seu guarda-roupa. Este estilo pode ser usado de maneira informal, mas dependendo do cargo que você ocupe em sua empresa e, se ele for um desfiado discreto, também pode caber para essa ocasião.

Cuidado com exageros – Algumas peças que vemos em desfiles de moda de maneira exagerada, nos levam a acreditar que devemos replicá-las no nosso dia a dia da mesma forma, mas isso não é verdade. Devemos tomar muito cuidado com o uso de golas V exageradas, por exemplo. Assim como tomar cuidado com o tamanho das peças — uma peça fit não é uma peça tamanho P, não adianta forçar um tamanho que não é o seu.

Detalhes que importam – Consideramos meias um detalhe, mas para o vestuário formal é uma peça de grande relevância e é impreterível que não seja feito o uso de sapato social preto com meias brancas — as meias devem ser pretas ou de tonalidades escuras. Outro erro muito comum: tênis de academia? Só dentro da academia mesmo. Nada de usá-los com jeans e bermudas em outras ocasiões como noitadas, por exemplo. A escolha correta é um sapatênis ou um mocassim.

É complicado mesmo saber se todas as vezes vamos acertar ou não. Sabemos que esse é um campo que não se mantém engessado e está em constante transformação, criando tendências de moda em diversos espaços ao longo dos anos, então é importante ficar atento a tendência que condiz com o momento em que estamos e com o espaço que frequentamos para não passarmos vergonha. A internet é uma ferramenta que ajuda bastante nesse processo. Com um pouco de esforço e pesquisa é possível estar sempre preparado para qualquer ocasião ou evento.

Categorias: Destaque,Notícias Locais

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.