Digital Influencers: Alguns erros Comuns ao Contrata-los!

Quem são eles?

Os Digital Influencers são, em suma, pessoas que tem seguidores, engajamento e nicho de mercado on line, seja em um Blog, em um Vlog – um Canal do Youtube – ou no Instagram, por exemplo. São pessoas que têm opinião sobre um nicho de mercado, postam sempre conteúdos interessantes e transformaram suas paixões em profissão.

Foi natural a transição da mídia tradicional para estes Influencers, uma vez que tê-los em seu evento, lançamento de produto, coquetel, etc … os torna de alguma forma embaixadores da sua marca, mas para evitar os mal entendidos que podem vir a acontecer, vamos repassar um por um.

 

 

O que eu quero!?

Você quer, por exemplo, lançar um produto e fará um coquetel para fazer com que muitas pessoas saibam do seu produto. Ótimo! Você decidiu colocar, entre os convidados, vários Digital Influencers, lembre-se que a partir deste ponto você precisa definir estratégias.

Qual é meu nicho de mercado? Quais são os Digital Influencers da minha região que se envolvem de alguma forma com meu tema? Veja, que não é que seja uma regra fixa chamar apenas os Influencers do seu nicho, mas convenhamos que chamar Instagramers Fitness para o lançamento de um produto “gordice” não é muito interessante, na verdade é um contra senso.

É claro, que você pode chamar pessoas, pelo bom relacionamento da sua marca, podem ser seus conhecidos, amigos e isso pode ser levado em consideração na hora de organizar a lista de convidados, mas estamos tratando aqui, de uma lista específica.

 

O que eu quero, PARTE 2!

Quero apenas convidá-los para estar lá comigo neste lançamento! Ok! Se é isso, tenha claro em sua cabeça, que estas pessoas podem postar OU NÃO POSTAR, direto do seu evento. Isso fica a cargo deles, da vontade deles, se fizerem, ótimo, é chamado de Mídia Espontânea, mas se não fizerem, você, como empresário, não tem o direito de achar que eles não fizeram seu trabalho, ou mesmo ficar chateado com isso. Eles eram apenas seus convidados e não tinham nenhuma obrigação comercial com você ou seu evento.

ou …

Quero convidar vários influencers para estarem comigo no evento, mas quero selecionar dois ou três para repercutirem o evento, isso pode significar que eles podem postar um dia antes, uma semana antes, antecipando o evento, podem fazer Insta Stories direto do evento, podem entrar ao vivo de lá, podem postar em sua timeline, ou escrever para um blog, isso é trabalho e será cobrado de você.

 

Como escolher o Digital Influencer?

Esqueça o critério “milhões de seguidores”, porque com a profusão dos nichos, hoje está todo mundo espalhado, ou seja, existem Digital Influencers com 15 mil seguidores e que fazem a diferença em seu nicho assim como os de 1 milhão de seguidores.

A questão não é quem tem mais, até porque hoje é muito fácil comprar seguidores, curtidas e até mesmo visualizações de vídeos no Youtube, basta jogar esses dados no Google, e encontrar pacotes para comprar. Portanto, você como empresário, não se iluda com as quantidades de seguidores, muitas vezes isso não representa uma audiência real.

Escolha seu Digital Influencer para sua campanha de midia, pela relevância dele na cidade, na sua região e nos engajamentos que ele proporciona na internet, confira se este Influencer se comunica bem, caso você precise de um porta-voz, ou se fotografa bem, caso seja uma campanha baseada na imagem dele, se ele domina algum assunto, tudo isso conta na hora de ter alguém representando sua marca.

 

Um Digital Influencer substitui a mídia tradicional?

Não! Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa! (rs). Veja, a internet trouxe a idéia de nichos, temas específicos, pessoas podem ser muito conhecidas por internautas de moda e não por internautas que buscam culinária por exemplo e vice-versa.

Portanto, trabalhar com um digital é falar com uma audiência específica, se você tem bala na agulha, teste também, ao mesmo tempo, as mídias tradicionais, como TV, RÁDIO e IMPRESSO, se não tiver tanto recurso assim, vá aos poucos, organize sua comunicação durante o ano e vá investindo aos poucos, alternando as mídias.

Outro erro muito comum entre empresários, é fazer mídia com um Digital Influencer e querer que o telefone de sua loja toque imediatamente, ou que as vendas aumentes agressivamente, da noite para o dia, de uma semana para outra.

Veja, se nem fazendo televisão em horário nobre te garante isso, imagine via internet para nichos específicos.

Tenha calma! Vale a pena trabalhar com Influencers, mas pense em médio a longo prazo para resultados que se mantenham, é fundamental desenhar uma estratégia de comunicação na sua empresa onde a marca tenha manutenção, que seja falada e portanto lembrada por muito tempo.

 

E não se esqueça de montar um contrato com seu Digital Influencer, onde conste o que você está comprando ( o uso de imagem dele, se é audio, foto ou vídeo, se são posts, quantos e quando, etc…), o que ele está vendendo e por quanto tempo, mas isso eu falo no próximo post.

Em poucas palavras…

  1. Faça uma lista dos Influencers da sua região, selecione nicho e critério de escolha desta pessoa.
  2. Não exija o que não foi combinado, como posts e fotos, se não foi “pago” por exemplo.
  3. Estabeleça tempo, duração e especificidades das parcerias.
  4. Não exija postagens de um grupo de “simples” convidados do seu evento.
  5. Muitos seguidores e Muitas Curtidas nem sempre significam real audiência.
  6. Cada mídia tem sua função, a tradicional tem seu espaço e as novas mídias também, separe as coisas.
  7. Não se frustre querendo que o telefone toque já no outro dia, vendendo milhões de reais em sua loja.
  8. Construa um planejamento de comunicação com seus influencers.
  9. Tenha tudo em contrato.
  10. Parcerias ( no próximo post )

 

Abraços!

 

Categorias: Destaque

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.