Com tempo de campanha menor, oratória é ferramenta para políticos conquistarem eleitores

Neste ano, os eleitores vão às urnas para escolher o seus representantes. Vereadores e prefeito serão escolhidos para ocupar os cargos nos próximos quatro anos. No entanto, a lei eleitoral foi reformulada e agora os candidatos terão menos tempo para apresentar suas propostas e conquistar votos. O período de campanha passou de 90 dias para 45, além do tempo em rádio e TV de 45 dias para 35. Assim, qualquer contato com o eleitor será um tempo valioso para transmitir credibilidade e confiança.  Uma dessas ferramentas de conquista de votos é a oratória. Falar bem em público e saber improvisar um discurso de maneira eficaz e com credibilidade não são qualidades de todos, mas podem ser desenvolvidas. Pensando nisto, a CDL Uberlândia, em parceria com o Instituto Passadori promoverá na próxima segunda-feira (18), às 14h30, uma palestra especialmente voltada para a classe política. Num ano político, nada mais que oportuno que o especialista em Comunicação Verbal e Diretor do Instituto Reinaldo Passadori de Comunicação Verbal, e administrador de empresas com especialização em Recursos Humanos, falar sobre um tema importante: a comunicação. A palestra visa ensinar aos políticos estratégias de como se apresentarem e expressarem em público de maneira compreensiva.

Serão abordadas questões como contribuir com a perfomance dos candidatos e políticos na sua comunicação com a imprensa, os públicos de interesse e debates. A palestra também visa orientar os participantes para o desenvolvimento de conteúdos geradores do engajamento de eleitores e formadores de opinião, discutir a forma de falar, sobre a postura, gestos e expressões nas diversas atividades públicas, bem como se comportar durante entrevistas para rádio e TV. “Saber se comunicar passou a ser um dos requisitos básicos para quem deseja ser bem sucedido em qualquer campo da vida. Falar com desenvoltura em público, firmeza, transmitindo a ideia que se deseja de forma clara e objetiva são essenciais. Para isto existem técnicas que se aprende. Até mesmo os mais tímidos podem se sobressair e impressionar”, diz a gerente político institucional, Núbia Carvalho.

Pesquisas constatam que a comunicação não verbal (gestos, postura, roupa) é 55% mais impactante que outros recursos. Depois vem à forma como se fala (tom de voz, volume, velocidade), com 38%, e por último aparecem às palavras, com 7% de impacto. “Além da comunicação feita por meio do corpo, é preciso se preocupar com o que e como dizer, afinal um bom discurso pode influenciar ou não. É isso que Reinaldo Passadori, um dos  mais renomados líderes e palestrantes do país abordará nesta palestra gratuita”.

Sobre Reinaldo Passadori

Reinaldo Passadori é um líder  nacionalmente reconhecido no campo da comunicação verbal.

– Presidente e Fundador do Instituto Passadori de Comunicação Verbal, já treinou mais de 80.000 profissionais.

– Possui especialização em Recursos Humanos, Comunicação e Neurolinguística além de ser graduado em administração de empresas.

– É um dos conferencistas mais requisitados para eventos, palestras, congressos, entidades, empresas e governo.

– Possui mais de 30 anos de experiência no ramo, tornou-se autor de alguns livros: Comunicação Essencial – Estratégias Eficazes para Encantar seus Ouvintes, As 7 Dimensões da Comunicação Verbal e Media Training – Como construir uma comunicação eficaz com a Imprensa e a Sociedade, todos publicados pela Editora Gente. E mais recentemente o livro: Quem não comunica não lidera da Editora Atlas.

Categorias: Notícias Locais

Deixe uma réplica

Seu email não pode ser publicado.